Crianças que gaguejam

O que é gagueira? É um distúrbio da fluência da fala que atinge crianças e adultos.

A pessoa que sofre do problema apresenta dificuldade para terminar as palavras que começa, ficando presa em algum som ou sílaba, até que o cérebro consiga gerar o comando necessário para o restante da palavra.

A gagueira é considerada um distúrbio neurológico e involuntário, ou seja, a pessoa não tem controle sobre ela. Associada aos sintomas externos, há um grande sofrimento interno, que pode afetar o desempenho escolar e profissional do indivíduo.

Orientação para os pais:

  •  Fale com a criança sem pressa e com pausas frequentes. Quando seu filho terminar de falar, espere alguns segundos antes de você começar a falar. A fala lenta e relaxada é muito mais eficaz do que criticar ou dizer: fale devagar, repita mais devagar.
  • Reduza o número de perguntas ao seu filho. As crianças falam mais livremente ao expressar suas próprias idéias ao invés de responder às perguntas dos adultos. Ao invés de fazer perguntas, faça comentários sobre o que seu filho disse, mostrando que você está prestando atenção.
  • Utilize expressões faciais e linguagem corporal para demonstrar ao seu filho que você está mais atento ao conteúdo da mensagem do que à sua forma de falar.
  • Reserve alguns minutos, todos os dias, para dar atenção ao seu filho. Deixe que ele escolha o que gostaria de fazer. Permita que ele dirija as atividades, decidindo se quer falar ou não. Quando você falar, utilize uma fala lenta, tranqüila, relaxada e com pausas frequentes. Este momento calmo pode aumentar a auto-confiança da criança pequena, porque ela vai saber que o pai ou a mãe aprecia a sua companhia. Conforme a criança se torna mais velha, pode ser um momento em que se sente confortável para falar de seus sentimentos e experiências com o pai ou a mãe.
  • Auxilie todos os membros da família a aprender a escutar e esperar sua vez de falar. Para as crianças, principalmente para as que gaguejam, é mais fácil falar quando há poucas interrupções e quando contam com a atenção do ouvinte.
  • Observe como você se relaciona com seu filho. Sempre que puder, mostre que você está prestando atenção ao que ele está falando e que ele pode utilizar o tempo que precisar para falar. Procure evitar a crítica, o falar rápido, as interrupções e as perguntas frequentes.
  • Acima de tudo, faça seu filho saber que você o aceita como ele é. O mais importante para o seu filho será o seu apoio, quer ele gagueje ou não.

Fonte:  7 Ways to help the child who stutters ― autores: Barry Guitar, Ph.D. and Edward G. Conture, Ph.D. em www.stutteringhelp.orgwww.gagueira.org.br e http://www.papodemae.com.br

 

 

Anúncios