Era uma vez (?)

Passo por aqui todos os dias pra escrever prá você, é você mesmo!

Essa terceira pessoa que assiste a mim e exercita o voyeurismo da opinião do outro.

Escrever um blog é criar, de certa forma, um vínculo afetivo com o leitor.

Acho que é exatamente por isso que gosto tanto… É bom dividir pensamentos, sonhos, anseios, desejos, medos… é essa troca por meio dos posts e comentários que eu aprendendo tanto!

Por isso tenho um blog. Exerço meu egocentrismo (!), partilhando o egocentrismo de outros, que me lêem.

Talvez seja por isso que os blogs surgiram, um diário virtual com pessoas on line, pra quem quisesse se aventurar…

Uma ferramenta relativamente de fácil manuseio e custo barato, logo caiu no gosto de tanta gente. Empreendedores, publicitários, artistas e, porque não, jornalistas como eu.

Por isso estou aqui nessa manifestação diária que me traz uma alegria enorme.

As vezes penso que um blog é parecido com um filho (?).  Não deixa de ser um projeto, um projeto que você se vê melhor, se abisma, erra, erra muito e aprende também (muito mais).

É um momento de se olhar no espelho e de repente você é o espelho de alguém.

“… fala demais por não ter nada a dizer

quem me dera ao menos uma vez…”

Anúncios