As 10 fotografias esportivas mais famosas de todos os tempos

Para se chegar ao resultado fiz uma compilação de listas e reportagens publicadas por sites especializados em fotografia, esportes, cultura pop e história. O objetivo de minha pesquisa é identificar quais são as 10 fotografias esportivas mais famosas de todos os tempos.

Foram consultadas para o levantamento as publicações: “Daily Mail”, “BuzzFeed”, “Sports Illus­trated Magazine”, “Bleacher Report”, “Diário Olé”, “Sporting Post”, “Jornal Marca”, “Chicago Sports Weekly”, “L’Équipe”, “Placar”, “Useful Charts Publishing”, “Fox Nation”, “Photography Art Cafe”, “World’s Famous Photos” e “Al Fotto”.

Abaixo, em ordem classificatória, as 10 fotografias selecionadas baseadas nas publicações pesquisadas.

1 e 2

Fotografia feita em 25 de maio de 1965, em Lewiston, Maine, Estados Unidos, durante a revanche entre Muhammad Ali e Sonny Liston pelo título mundial dos pesos pesados. A luta durou poucos segundos. Ali acertou um gancho em Liston. O gancho posteriormente ganhou o apelido de soco fantasma.

Fotografia: Neil Leifer.

Fotografia feita durante os Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936.

O atleta norte-americano negro Jesse Owens ganhou quatro medalhas de ouro, contrariando o desejo de Hitler de mostrar a supremacia branca.

A fotografia da cerimônia de premiação é uma das mais emblemáticas da história do esporte.

Fotografia: Associated Press.

3 e 4

Fotografia feita em 16 de outubro de 1968, durante os Jogos Olímpicos da Cidade do México. Os velocistas americanos Tommie Smith e John Carlos fizeram a saudação dos Panteras Negras durante a cerimônia de premiação — braço estendido com o punho cerrado. O fato causou controvérsias pelo uso político dos Jogos Olímpicos e os atletas foram banidos. O ato foi um protesto contra o preconceito racial nos EUA.

Fotografia: Neil Leifer.

Fotografia feita no jogo Argentina x Bélgica, durante a Copa do Mundo da Espanha, em 1982.

A fotografia mostra o jogador Diego Maradona contra seis defensores belgas.

Quatro anos depois, a seleção Argentina seria campeã do mundo e Maradona elevado à categoria de “deus do futebol argentino”.

Fotografia: Steve Powell.

5 e 6

Fotografia feita em 16 de agosto de 2008, durante os Jogos Olímpicos de Pequim, na China. Na imagem, o nadador norte-americano Michael Phelps bate o sérvio Milorad Cavic por um centésimo de segundo. Phelps ganhou sua sétima medalha de ouro e os Jogos Olímpicos, um dos capítulos mais emocionantes de sua história.

Fotografia: Heinz Kluetmeier.

Fotografia feita no jogo Argentina x Inglaterra, durante a Copa do Mundo do México, em 1986.

Era a primeira vez que as duas seleções se enfrentavam após a Guerra das Malvinas.

Nos primeiros minutos do segundo tempo Diego Maradona usa a mão para fazer o primeiro gol contra os ingleses.

O gol foi validado e a seleção Argentina, que seria campeã do mundo, ganhou a partida por 2×1.

O gol de mão de Maradona — The Hand of God, como ficou conhecido —, é um dos lances mais famosos da história das Copas.

Fotografia: Steve Powell.

7 e 8

Fotografia feita em 28 de junho de 1997, durante a revanche entre Mike Tyson e Evander Holyfield pelo título mundial dos pesos pesados. No terceiro assalto, Tyson arrancou um pedaço da orelha direita de Holyfield com uma mordida. Mike Tyson foi desclassificado e teve sua licença para lutar temporariamente revogada.

Fotografia: VJ Lovero.

Fotografia feita em de 20 agosto de 2008, durante os Jogos Olímpicos de Pequim, na China.

O velocista jamaicano Usain Bolt quebra o recorde mundial na final masculina dos 200 metros.

Usain Bolt já havia batido o recorde mundial dos 100 metros no início do jogos.

Fotografia: Bill Frakes.

9 e10

Fotografia feita em 6 de abril de 2006, em Freetown, capital de Serra Leoa. Na fotografia, os atletas Maxwell Fornah e Victor Musa disputam a bola durante um treinamento do Single Leg Amputee Sports Club of Sierra Leone. A guerra civil deixou mais de 6 mil amputados no país.

Fotografia: Associated Press.

Fotografia feita em 8 de abril de 1974, em Atlanta, Georgia, Estados Unidos.

O jogador norte-americano de beisebol Hank Aaron faz o seu 715° home run (rebatida na qual o atleta é capaz de circular todas as bases).

Seu recorde durou 33 anos. Foi batido por Barry Bonds, em 2007.

Fotografia: Tony Triolo.

Fonte: http://www.jornalopcao.com.br

Anúncios