Álcool | 2

 

O que é?

Álcool também é conhecido como birita, goró, mé, gole (tomar uns goles), beber, chapar, entre outros.

Álcool é a mais antiga e mais usada droga. Ele é um alterador o temperamento e é depressor mas em pequenas quantidades age como estimulante.

 

Tomando álcool

Álcool é feito quando o açúcar e outros carboidratos são fermentados (geralmente com a ajuda de fermento). Bebidas podem ser feitas de grãos (malte faz uísque, cevada faz cerveja, centeio faz vodka), frutas (uvas fazem vinho, maçãs fazem cidra) ou vegetais (batata faz vodka, sisal faz tequila, cana-de-açúcar faz cachaça).

O efeito é mais forte num estômago vazio. Misturando tipos diferentes de bebidas te deixam mais bêbado e acaba dando uma ressaca pior.

 

Altos e baixos

Álcool aumenta a animação, fazendo você mais feliz ou mais afetivo se você já se sente assim. Ele pode relaxar você, diminuir as inibições e tornar você mais mais sociável e confiante.

Se seu astral está baixo, o álcool pode deixar ele mais baixo ainda. É bem conhecido por estimular as pessoas a causar agressões.

Quando a bebida diminui as inibições, pode colocar você em risco de machucar e afetar seus julgamentos.

Por ser um depressor, álcool diminui as reações do seu corpo, causando fala embolada, falta de coordenação, visão embaçada, sonolência ou desmaio.
Outros efeitos indesejados são vômito e desidratação (falta de água no corpo é a maior causa de ressacas).

Altas doses causam apagões (não lembrar o que aconteceu) e doses muito altas podem causar envenenamento por álcool, que pode matar.

 

Sexo e álcool

Álcool pode diminuir suas inibições e fazer você se sentir excitado e sexualmente confiante. Ele pode também fazer a pessoa menos travada, mais afetiva, sexualmente direta e querendo experimentar.

O efeito anestésico pode diminuir tanto o apetite sexual como a capacidade de ter ereções.

Como a bebida afeta o julgamento das pessoas, isto pode fazê-las mais propensas a arriscar durante o sexo, incluindo pegar ou passar HIV.

O álcool pode acabar com o controle do que você faz sexualmente, ou então você poderá não se lembrar do sexo que fez.

 

Um relacionamento de longo prazo?

Álcool é uma toxina de nível baixo (razão pela qual ele danifica o coração e o fígado em grandes bebedores e porque mulheres grávidas não devem beber).

Beber muito por muito tempo pode trazer problemas, como doença do fígado, câncer (da garganta, boca e fígado) e danos no cérebro. Beber em excesso mata milhares a cada ano.

O vício pelo álcool pode ser físico (os ‘tremores’ são um sintoma da fissura) ou psicológico (te dando um desejo enorme de continuar bebendo).

 

Álcool e outras drogas

Depressores – como o álcool é um depressor, misturar ele com outros depressores como GHB, ketamina ou tranqüilizantes como Valium pode fazer você desmaiar ou interferir na sua respiração ou coração (o que pode matar).
Overdoses relacionadas ao GHB e mortes freqüentemente envolvem álcool; é arriscado tomar GHB se você está com bebida no seu corpo por ter bebido antes.

Ecstasy – bebida suaviza os efeitos da bala e ambos juntos podem desidratar o corpo perigosamente.
Mortes relacionadas com bala freqüentemente envolvem álcool.

Cocaína – no corpo, o álcool combina com a cocaína para formar cocaetileno, que pode fazer os efeitos da coca mais fortes. Misturando os dos aumenta os danos feitos por ambas as drogas.
Existe um risco maior de morte súbita quando as pessoas usam coca e bebida junto.

Como a bebida freqüentemente causa vômitos, misturar ela com outras drogas traz o risco de engasgar no vômito se você ficar inconsciente.

 

É bom saber

  • Beber água entre um copo ou outro de bebida alcoólica e antes de dormir evita a desidratação e os sintomas da ressaca.
  • Álcool pode fazer a ansiedade, depressão ou os problemas para dormir piores, então deve ser tratado com cuidado se você é vulnerável a estes.
  • Café não te deixa sóbrio. Apenas quando o álcool sair do seu corpo com o tempo que sim.

 

A Lei

Para comprar bebida alcoólica você precisa ter 18 anos ou mais.

No Brasil, com a nova Lei 11.705, que altera o Código de Trânsito Brasileiro, proíbe a ingestão de qualquer quantidade de álcool pelos motoristas. Antes desta lei era possível beber cerca de 2 copos de cerveja que a pessoa estaria dentro do limite de 60 decigramas de álcool por litro de sangue. Hoje, até um bombom de licor pode te denunciar.

A fiscalização é feita através de bafômetros. Se a pessoa se recusar a soprar no aparelho e existir fortes indícios de embriaguez, o polilcial pode encaminhar o motorista para a coleta de sangue ou pedir o exame por um médico-perito.

Quem for flagrado com uma dosagem superior a 0,2 gramas de álcool por litro de sangue (equivalente à ingestão de menos de uma lata de cerveja ou um cálice de vinho) pagará multa de 957 reais, receberá sete pontos na carteira de motorista e terá suspenso o direito de dirigir por um ano.

Aqueles cuja dosagem de álcool no sangue superar 0,6 g/l (duas latas de cerveja) deverão ser presos em flagrante. As penas poderão variar de seis meses a três anos de cadeia, sendo afiançáveis por valores entre 300 e 1.200 reais.

Os infratores também perderão o direito de dirigir por um ano.

 

Problemas com bebida

A maioria das pessoas com problemas com bebida na verdade não são alcoólatras. Muitas bebem apenas alguns dias na semana mas aí bebem em excesso.

Seu hábito de beber (ou o de alguém próximo a você) é um problema? Estes podem ser uns sinais:

  • Ficar tentando parar de beber
  • Se sentir culpado por beber
  • Precisar de uma bebida logo pela manhã
  • Se alguém está com ‘os tremores’ isto significa que ele é ‘dependente de álcool’ e ficar sem álcool de uma vez pode ser perigoso – consulte um médico.

 

Para saber mais acesse:

Perguntas e respostas sobre a Lei Seca pela Revista Veja

Tire suas dúvidas sobre a lei Seca para Motorista

Alcoólicos Anônimos

Saiba mais: Informações e Esclarecimentos
 

Participe da nossa enquete. O que leva uma pessoa a usar DROGAS?

 

 

Anúncios