Assim mesmo (?)

 


A vida é mesmo assim; pessoas que chegam outras que se vão, o vento às vezes é a favor, noutro momento sopra em outra direção…
Para uns, resta aquela saudade marcada, por aquele bom dia gostoso ou por aquela hora das refeições sempre tão agradável…
Ai a gente se dá conta, que poderia ter dito tantas coisas e não disse, por medo vai deixando subentendido, e depois não pode mais voltar atrás e dizer tudo, dizer o que não foi dito…
Tarde demais, o tempo passou.
E nesse vai e vem, no eterno giro, dessa roda gigante, chamada vida, nada fica inerte, os laços frágeis são desfeito com um simples balanço do vento, já os verdadeiros e sólidos, viram um nó que nunca mais se desfaz.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

por Mery de Almeida

 

Anúncios